Reservar
PT · EN

Olissippo News

Artigos
|
22 jun 2021

NA COZINHA COM O CHEF DANIEL DA SILVA PAULA


Estivemos à conversa com o Chef Daniel da Silva Paula, no restaurante Descobertas. Falámos sobre os seus segredos e inspirações, sobre a cidade de Lisboa e ainda como viveu os períodos de confinamento e o regresso ao trabalho. Conheça melhor o Chef que está à frente do restaurante do Olissippo Oriente.
 


O Chef Daniel da Silva Paula

Chegou ao Olissippo Oriente em 2018, com um convite para liderar a cozinha do Restaurante Descobertas, com o objetivo de alterar o conceito e elevar a qualidade do serviço, mais próximo da realidade atual e de acordo com as necessidades dos clientes. É Chef principal do Restaurante Descobertas desde 2018.
O Chef Daniel da Silva Paula trabalhou em alguns dos mais emblemáticos hotéis de Lisboa: iniciou a sua carreira como cozinheiro de 3ª no Hotel Tivoli Tejo, tendo sido convidado – posteriormente – a integrar a equipa de cozinha do Hotel Ritz Four Seasons para a mesma categoria. Esta experiência foi das mais marcantes da sua carreira e estruturou muito a sua linha gastronómica atual. Iniciou também aqui a sua progressão na hierarquia da carreira, ascendendo à categoria de cozinheiro de 1ª.
Trabalhou no Restaurante Feitoria (Altis Belém) com os Chefs Cordeiro e João Rodrigues, onde consolidou os seus conhecimentos. Com a confiança adquirida naquele período, viria a acompanhar o Chef Alexandre Silva no Mercado da Ribeira, já com responsabilidades de liderança de equipa.
Esta experiência proporcionou-lhe a oportunidade de ingresso no Hotel Sheraton Lisboa, como SubChef de Cozinha, onde permaneceu até ser desafiado a liderar a cozinha do Hotel Olissipo Oriente, onde é Chef principal desde 2018.
A sua cozinha é contemporânea, de sabores que cruzam a tradição e a modernidade Trata-se de uma gastronomia despretensiosa, baseada na qualidade e frescura do produto, um conceito harmonioso e equilibrado que pretende agradar e surpreender.


A Entrevista

Como é para si um dia perfeito em Lisboa? 

Qualquer um que termine junto ao rio ou já junto ao mar a ver o pôr do sol, a petiscar e com boa companhia.
 
O guia do Chef: lugares na cidade que não podemos deixar de visitar?
Adoro os Jardins de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos, gosto de andar junto ao rio Tejo. Gosto dos Jardins da Gulbenkian, do Museu da Eletricidade (pela estética do edifício), do Aquário Vasco da Gama; adoro a Baixa e o Príncipe Real para relaxar e beber um copo no Cinco Lounge ou ouvir um fado da Tasca do Chico.

Qual a sua maior inspiração?
É um cliché, mas os produtos frescos são a minha inspiração.
 
O que não pode faltar numa refeição perfeita?
Uma boa companhia!
 
Como descreve a sua cozinha?
Uma cozinha que tem por base a comida portuguesa, mas que recebe influências internacionais – ao nível do sabor e da técnica – que se refletem no sabor e estética final do prato.
 


As escolhas do Chefe:

O que não pode faltar na sua cozinha?
Legumes e frutas frescas. Ervas aromáticas frescas, especialmente os coentros.

Qual é o prato favorito no restaurante?   
Bife de Atum com Legumes Asiáticos por ser um prato simples, mas forte de sabor.

Que ingrediente mais gosta de usar?
A beterraba, por ser tão multifacetada que permite fazer entradas, pratos principais, sobremesas, quentes e frios, etc.

Qual é a sobremesa preferida dos clientes?
O Bolo Ópera faz muito sucesso no nosso almoço Buffet.

Alguma curiosidade dos pratos mais pedidos?
Ambos os pratos – Bife de Atum e Costeletas de Borrego – partem de algo português, aos quais juntámos sabores asiáticos com os legumes, os cogumelos e tentámos criar dois pratos leves e frescos em sabor.





O impacto da pandemia

Durante o confinamento como ocupou o seu tempo?
O confinamento ficará para sempre marcado na minha vida por um motivo muito especial. O primeiro confinamento no ano de 2020 coincidiu com o nascimento do meu filho, pelo que poderei afirmar de coração cheio que foi um dos momentos mais felizes da minha vida, num tempo de grande tristeza no mundo. Vou inclusive um pouco mais longe, a verdade é que foi neste tempo de paragem, que pude perceber cada detalhe e aproveitar cada segundo de um momento inolvidável.
Ao mesmo tempo tive oportunidade de alicerçar alguns conhecimentos e melhorar técnicas de cozinha através de trabalhos de pesquisa pessoal e alguma prospeção, quando tal foi possível.  

Como tem sido o regresso à cozinha do restaurante Descobertas?
Começo por dizer que passámos e continuamos a passar por uma fase excecional, sensível e muito incerta, por isso este regresso é em primeiro lugar cauteloso, atento e sobretudo sui generis. Há que pensar o presente com vista no futuro, para devolver à nossa estrutura a confiança necessária, com novas dinâmicas e uma tremenda abertura que permita enfrentar os enormes desafios criados por esta pandemia. Acreditar e motivar são as palavras chave para construir uma oferta capaz e poder corresponder às expetativas dos nossos clientes, numa procura cada vez mais criteriosa e exigente. 



O Restaurante Descobertas
Com uma decoração elegante e ambiente familiar, o Restaurante Descobertas é o ponto de encontro ideal para os seus almoços de trabalho ou jantares em família, pois fica situado no centro do Parque das Nações. Tem também um agradável espaço exterior. 
Clique aqui para consultar Carta do Restaurante.

Horário: 12:30 - 15:00 / 19:30 - 22:00

Av. Dom João II, nº 32
1900-083 Lisboa

 (+351) 218 929 100
 auditor.oo@olissippohotels.com


Ver Todas

Mais Notícias

Grupo

MELHORES SALAS DE ESPETÁCULO EM LISBOA


19/11/2021 • Artigos

A cidade de Lisboa é palco de vários concertos, festivais, peças de teatro, bai...

Ler Mais
Grupo

DESCUBRA A LENDA DE SÃO MARTINHO


10/11/2021 • Artigos

O Dia de São Martinho, a 11 de Novembro,  é a celebração que marca o Out...

Ler Mais
Grupo

OS MELHORES MERCADOS E FEIRAS DE LISBOA


29/10/2021 • Artigos

São lugares onde a tradição ainda se mantém viva e, muito provavelmente,...

Ler Mais


Ver +
Melhor Preço Online Garantido